Logo da ESSS do Loading

Blog ESSS

O maior arquivo de conteúdo sobre simulação computacional da América Latina.

Aeronaves autônomas: os consumidores estão prontos para voar sem pilotos?

Aeroespacial Indústria

Você está pronto para embarcar em uma aeronave autônoma, onde o controle do voo é totalmente automático? Se seguir a tendência, a resposta é “sim”. Foi o que 70% das pessoas entrevistadas responderam na pesquisa encomendada pela ANSYS.

O Estudo Global Sobre Veículos Autônomos ANSYS trouxe algumas informações importantes sobre como os consumidores de todo o mundo estão se preparando para os veículos sem pilotos.

“As descobertas dessa pesquisa são encorajadoras para toda a indústria aeroespacial – as pessoas estão prontas para uma nova era das viagens aéreas”, disse Eric Bantegnie, vice-presidente e gerente geral da Unidade de Negócios de Sistemas da ANSYS. “As soluções de segurança digital vão ter um papel fundamental para os fabricantes atenderem à demanda dos clientes. O software ANSYS, por exemplo, permite testes e validação mais rápidos e mais eficazes, ajudando a levar as aeronaves autônomas ao mercado com mais rapidez e segurança”.

Com a tecnologia de simulação de engenharia abrangente da ANSYS, engenheiros conseguem garantir que seus sensores, software e inteligência artificial possam navegar com segurança em qualquer ambiente ou situação.

Importância da pesquisa para a indústria aeroespacial

aeronave autônoma no futuro

O estudo sugere que as pessoas estão prontas para as aeronaves autônomas

A ANSYS encomendou para a Atomik Research uma pesquisa com mais de 22 mil adultos acima de 18 anos de regiões em todo o mundo. As perguntas foram realizadas em abril e maio de 2019, de acordo com as diretrizes e regulamentos da Sociedade de Pesquisa de Mercado (MRS). A margem de erro foi de 2%, com um nível de confiança de 95%.

Algumas das descobertas mais interessantes da pesquisa incluem:

Tempo: 58% das pessoas estão dispostas a voar em uma aeronave autônoma na próxima década, enquanto 12% preferem esperar mais de dez anos. Portanto, 70% embarcariam em um voo automatizado em algum momento da vida.

Idade: 83% das pessoas com idade entre 18 e 24 anos estão dispostas a voar em aeronaves autônomas; já entre os entrevistados com mais de 65 anos de idade, o índice cai para 45%.

Confiança: 71% confiam em decolagens autônomas e 76% confiam em pousos autônomos.

Maiores preocupações: 65% dizem estar mais preocupados com falhas na tecnologia, enquanto 57% citam preocupações com o piloto automático respondendo a condições externas, como mau tempo e turbulência.

Conhecimento sobre voos autônomos: 7% dos entrevistados estão cientes do estado atual da autonomia em aeronaves modernas. Quando informados de que normalmente apenas os primeiros e os últimos dez minutos de um voo são controlados manualmente, e o restante é controlado por pilotos automáticos supervisionados por humanos, 36% dizem que se sentiriam mais seguros em uma aeronave totalmente autônoma.

Segurança: 39% acreditam que as aeronaves autônomas são a tecnologia mais difícil de ser hackeada, em comparação com índices de 27% em contas bancárias, 17% em smartphones, 14% em computadores e 12% nos carros autônomos.

Voos curtos: 63% dizem que provavelmente voariam em uma aeronave de táxi autônoma.

Como projetar aeronaves autônomas que atendam às expectativas dos consumidores

pesquisadores utilizando software de simulação

A simulação diminui o tempo gasto com testes de segurança

A segurança é a principal preocupação quando os engenheiros projetam qualquer aeronave. No entanto, em aeronaves cada vez mais autônomas, esse fator será proporcionalmente mais importante.

O Estudo Global Sobre Veículos Autônomos descobriu que os consumidores estão dispostos a aceitar aeronaves autônomas, mas estão preocupados sobre como esses sistemas vão responder a possíveis falhas e condições do ambiente.

Comprovar a segurança dos veículos autônomos é um desafio para os engenheiros. Aeronaves autônomas exigem a integração de uma variedade de sistemas complexos, como sensores, sistemas de controle de voo e inteligência artificial. Para que os engenheiros provem que essas aeronaves complexas são seguras, elas devem ser testadas extensivamente em todos os cenários imagináveis.

A tecnologia de simulação de engenharia abrangente ANSYS é capaz de identificar as fontes potenciais de falha de uma aeronave autônoma, executando testes em centenas de milhões de quilômetros de voo simulados. Em testes físicos, não é possível garantir que todos os cenários tenham sido verificados em um nível de confiança estatístico. Com a simulação, engenheiros podem estabelecer qualquer um desses cenários e executar testes em uma fração do tempo que levaria se fossem realizados fisicamente.

Acima de tudo, a plataforma integrada ANSYS permite entender o comportamento de todo o sistema. A simulação de engenharia abrangente ANSYS pode ajudar os engenheiros a compreender, por exemplo:

  • Como o sistema de controle recebe informações de sensores
  • Como o sistema de controle reage a obstáculos, condições climáticas ou falhas
  • Como o veículo é influenciado pelo vento e pela turbulência

A simulação faz com que explorar novas ideias aeroespaciais e de defesa seja mais rápido e acessível. Essas ideias aumentam a segurança de nossos céus e transformam o sonho do voo autônomo em realidade.

Para entender como a ANSYS contribui para o futuro da aviação, leia: Acelerando a transformação digital no setor aeroespacial e de defesa (em inglês) ou confira mais conteúdos em nossa biblioteca técnica.



Computer Simulation Specialists

Possui mais de 20 anos de atuação e reúne experiência e conhecimento em engenharia e ciência da computação, oferecendo ao mercado soluções completas em simulação computacional e desenvolvimento de software científico em engenharia. Destaca-se nas áreas de análise estrutural, fluidodinâmica, eletromagnética e simulação de partículas.


Ver mais postagens