Blog ESSS

O maior arquivo de conteúdo sobre simulação computacional da América Latina.

Os principais desafios na gestão de projetos de engenharia e como superá-los

Ensino & Pesquisa Channel Partners

Falta de objetivos, ausência de escopos bem definidos, dificuldades para definir e gerenciar cronogramas, indisponibilidade técnica ou operacional e outros fatores afetam a gestão de projetos de engenharia.

Para lidar com tudo isso, o profissional precisa estar bem capacitado e munido das ferramentas certas. Neste artigo, você vai conhecer quais são os principais desafios que os engenheiros enfrentam na gestão de projetos de engenharia e conferir dicas para superá-los. Continue lendo e confira!

Gestão de Projetos

A gestão de projetos permite que as atividades sejam realizadas seguindo boas práticas, minimizando os custos, os desperdícios, aproveitando a mão de obra de forma efetiva e alcançando resultados estratégicos. É preciso integrar todas as fases de um projeto, de forma que a qualidade das entregas e dos produtos seja sempre garantida.

Toda essa complexidade de processos mostra quão difícil é a gestão de projetos de engenharia. Por isso, é preciso combinar o investimento em um time altamente capacitado com a adoção de ferramentas e soluções tecnológicas preditivas.

Diferença entre projeto e processos

O projeto é o desenvolvimento de um plano com ações a serem executadas e um objetivo final definido. Em geral, esse objetivo é entregar um produto, serviço ou resultado específico em um prazo determinado. Além de exigir um esforço temporário, que pode ser de curto, médio ou longo prazo.

O processo, por sua vez, é uma série de etapas e atividades que são realizadas de forma sequencial para garantir que o objetivo definido no projeto seja atingido. Sendo assim, para que todos os projetos sejam conduzidos e entregues, é preciso que um processo bem estruturado seja seguido. Um processo também acontece de forma contínua e apresenta padrão nos resultados.

Ao longo do período, os processos e projetos são adaptados e otimizados para alcançar a melhoria constante e atingir o sucesso esperado.

Etapas da gestão de projetos

A gestão de projetos de engenharia exige que algumas etapas sejam seguidas. Em cada uma delas, atividades específicas são definidas e conduzidas para a evolução do projeto. A seguir, você vai ver quais são as etapas da gestão de projetos de engenharia e entender melhor sobre cada uma delas.

Etapa 1 – Iniciação

Na etapa de iniciação, um novo projeto ou uma nova fase do projeto é definido. Nesse momento, também é necessário obter uma autorização para começar o projeto ou a sua primeira fase.

A obtenção de autorizações é uma tarefa comum ao longo dos projetos de engenharia. A falta delas pode gerar impedimentos, fazendo com que algumas atividades sejam impedidas de serem realizadas. Por isso, na próxima etapa, de planejamento, você terá que determinar quais são essas autorizações e quando devem ser geradas para evitar problemas no futuro.

Etapa 2 – Planejamento

A etapa de planejamento consiste em entender e identificar qual será o esforço total do projeto, além de definir e refinar os objetivos e as ações necessárias para as próximas etapas. É importante estabelecer o que deve ser feito em cada fase seguinte, bem como as áreas responsáveis por cada uma das atividades.

Esse também é o momento de definir prazos para cada atividade. Uma pessoa deve ser designada para fazer o acompanhamento do que está sendo executado e se as entregas estão acontecendo nos prazos determinados.

Etapa 3 – Execução

A execução dos projetos começa quando as atividades definidas e designadas na etapa de planejamento começam a ser colocadas em prática. Os materiais e recursos, que também devem ter sido definidos na etapa de planejamento, serão direcionados para cada responsável e o gerenciamento da execução também é definido nessa etapa.

O profissional responsável por monitorar as atividades deve acompanhar toda a execução das atividades. Em equipes muito grandes, o ideal é contar com mais de um responsável por esse acompanhamento.

Etapa 4 – Monitoramento

O monitoramento acontece de forma paralela à execução. Nessa fase, é preciso acompanhar, analisar e organizar o progresso e o desempenho de todo o projeto. Os responsáveis pelo monitoramento vão identificar em quais áreas é necessário mudar o plano, planejar e definir mudanças. É uma etapa bastante analítica, que exige um gestor com esse perfil para conduzi-la.

Etapa 5 – Encerramento

As ações realizadas na etapa de encerramento são responsáveis pelo desfecho do projeto ou de uma de suas fases. É a finalização de todas as atividades que formam o projeto. Nesse momento, são registrados e documentados os impactos das adequações feitas, é feita uma revisão de pós-projeto, a documentação contendo o histórico do projeto é documentada.

Além disso, as equipes solicitam e recebem feedbacks e essas informações são usadas para mapear as avaliações e pontos de melhorias para o futuro.

Como superar os desafios da gestão de projetos da engenharia?

Acesso à informação

Faltam informações estratégicas e relevantes para o projeto, por isso não são raras as situações em que as escolhas são feitas com base em percepções pessoais ou internas. A captura de dados e a gestão da informação são essenciais para que a empresa consiga reunir o máximo de conteúdo sobre o projeto e poder tomar decisões mais estratégicas.

Gestão de riscos

Na gestão de projetos de engenharia, os riscos precisam estar sempre sob observação e controlados, pois qualquer ação prejudicial para a operação pode causar grandes danos ao projeto, ao meio ambiente e à vida humana. 

Para que os riscos sejam identificados, é preciso contar com ferramentas de mapeamento e análise de cenários. Dessa forma, as empresas são capazes de desenvolver planos de ações e estratégias para impedir ou minimizar possíveis consequências.

Por meio da simulação computacional, por exemplo, é possível criar cenários fictícios para entender o comportamento de um equipamento. A solução permite gerar diversos cenários, diversas vezes, sem gerar um custo elevado para a empresa.

Capacitação profissional

A falta de profissionais capacitados no mercado é um desafio enfrentado por muitas empresas no mercado. Para enfrentar esse problema, a indústria pode aplicar mais recursos para tentar encontrar esses profissionais ou oferecer os treinamentos para os profissionais que já fazem parte do time, conhecem o negócio e o seu contexto.

É importante também criar uma cultura de valorização do desenvolvimento profissional. Assim, os próprios engenheiros se sentirão motivados em buscar especializações por conta própria.

Boas práticas para superar os desafios

  • Invista em tecnologia, adote um bom software para gestão de projetos
  • Defina cronogramas mais precisos
  • Desenvolva planos de ações
  • Acompanhe o andamento do projeto diariamente
  • Contrate profissionais capacitados
  • Conheça seu cliente

Quer receber mais conteúdos relevantes da engenharia? Assine a nossa newsletter!

 



Computer Simulation Specialists

Possui mais de 25 anos de atuação e reúne experiência e conhecimento em engenharia e ciência da computação, oferecendo ao mercado soluções completas em simulação computacional e desenvolvimento de software científico em engenharia. Destaca-se nas áreas de análise estrutural, fluidodinâmica, eletromagnética e simulação de partículas.