Blog ESSS

O maior arquivo de conteúdo sobre simulação computacional da América Latina.

Descubra como a simulação computacional pode ajudar o seu negócio a crescer

Institucional Channel Partners

Você já se perguntou se a simulação computacional pode auxiliar a sua empresa a crescer e se você realmente precisa dessas ferramentas? 

O primeiro passo é definir o posicionamento da empresa, identificar o público-alvo e entender como esses aspectos impactam diretamente na concepção e fabricação do seu produto.

Para te ajudar a entender se sua empresa pode obter benefícios com a simulação que escrevemos neste texto. Continue lendo e aproveite!

Posicionamento da empresa

Uma das muitas variáveis que devem ser consideradas é o público-alvo da empresa. O engenheiro poderá identificar o que é mais importante entregar para o cliente: preço, qualidade, eficiência, produtividade etc. e que trará resultados significativos para a empresa se for otimizado. Outro ponto importante é conhecer o setor de atuação da empresa.

A partir dessas respostas a empresa pode determinar quais as características do produto são mais importantes (segurança, eficiência, custo etc.) e quais devem ser otimizadas para gerar resultado para a empresa. Por exemplo, reduzir o tempo de desenvolvimento e fabricação, lançar produtos antes da concorrência para ter mais tempo de venda no mercado (time-to-market), reduzir custos de produção, entre outros.

Um exemplo prático disso é uma empresa que produz prensa para conformar chapas de aço que tem como público-alvo empresas do setor metal mecânico e se posiciona como diferenciação por produto. Ela deve analisar se o produto comercializado preenche requisitos de:

  • robustez, para trabalhar com chapas de diferentes espessuras 
  • alta eficiência energética para que o fabricante tenha pouco impacto na conta de energia 
  • segurança de operação para evitar acidentes durante o trabalho 

Neste caso, o fabricante do produto precisa investir em formas de tornar este produto mais seguro e eficiente energeticamente.

Já um fabricante de ventiladores que se diferencia por preço, precisa analisar outros requisitos. Neste caso, a empresa deve oferecer um produto que tenha custo baixo de fabricação para ser competitivo no mercado e acessível a este público. 

Para esta empresa os requisitos mais importantes são desenvolver produtos mais baratos, seja reduzindo a quantidade de matéria-prima utilizada, evitando o desperdício de material ou melhorando a eficiência do processo produtivo.

Olhar para dentro do processo produtivo é essencial para identificar quais os principais desafios que a empresa enfrenta nessas etapas, bem como avaliar o impacto sobre o negócio caso esses obstáculos sejam superados. 

Ao olhar para a produção, é possível identificar outros pontos que refletem diretamente no custo de uma empresa. Se você analisou o seu business com base em todas as informações acima, já deve ter identificado algumas métricas que são estratégicas para o seu negócio.

Agora é importante analisar quais desses critérios trariam resultados interessantes para o público-alvo e a empresa ao serem otimizados e encontrar as ferramentas certas para solucionar os problemas e potencializar os resultados.

Como superar os desafios?

Depois de identificar as métricas mais importantes e impactantes para a empresa, é importante conhecer as ferramentas necessárias para atingir seu objetivo. 

Neste sentido, os softwares de simulação computacional oferecem um conjunto de soluções que permitem olhar dentro e fora do produto e do processo produtivo e oferecem informações valiosas para diretores, gerentes de engenharia, gerentes de produção, engenheiros de processo e projetos e pessoal de pesquisa e desenvolvimento.

Abaixo são apontadas algumas das principais variáveis que essas ferramentas permitem analisar e otimizar e como as empresas estão conquistando resultados significativos com essas soluções.

1. Tempo de Desenvolvimento

Se depois de analisar o seu negócio você verificar que o tempo de desenvolvimento é um gargalo, vai gostar de saber que existem ferramentas que auxiliam a reduzir o tempo envolvido no processo.

As ferramentas de simulação computacional reduzem consideravelmente o tempo empregado pela equipe e, muitas vezes, também reduz a quantidade de profissionais envolvidos em todas as etapas do projeto. 

Além disso, também permitem realizar o lançamento antecipado, aumentando o ciclo de vida do produto (time-to-market) e antecipando o retorno do investimento do projeto.

A VALE Carajás utiliza as ferramentas de simulação para desenvolver soluções em suas plantas de produção de minério de ferro para aumentar a produtividade e está conquistando resultados significativos no tempo de desenvolvimento do projeto e implantação. 

2. Peso e geometria do produto

Ao encontrar a solução ótima para um produto, uma empresa pode conquistar benefícios significativos, melhorando a eficiência e reduzindo a quantidade de matéria-prima necessária para assegurar a operacionalidade e a segurança.

As ferramentas de simulação computacional aliadas às soluções de otimização contribuem significativamente para analisar diferentes cenários e testar inúmeras soluções para um mesmo produto em um tempo infinitamente menor quando comparado ao método tradicional.

Um exemplo do uso da simulação combinada com otimização para redução de peso é a análise realizada pela TMSA.  A empresa conseguiu reduzir em até 25% a massa de uma treliça sem prejuízo à estrutura. Confira esse estudo de caso

3. Custo do Projeto e Produto

Reduzir o número de alterações no projeto e de protótipos fabricados, os custos envolvidos na fabricação e a matéria-prima dos produtos são vantagens competitivas interessantes para qualquer empresa. 

As ferramentas de simulação ajudam a obter esses benefícios, pois permitem identificar e corrigir falhas nas fases iniciais do ciclo do projeto e preparar protótipos virtuais, reduzindo o número de protótipos físicos fabricados.

Também permitem otimizar geometrias, materiais, processos de fabricação e outros atributos de design, dos produtos mais simples aos mais complexos, aumentando a lucratividade do projeto.

4. Qualidade, Eficiência e Inovação

Além de reduzir tempo e custos de projeto, os softwares de simulação computacional também são excelentes ferramentas de vantagem competitiva. Essas soluções permitem às empresas desenvolver produtos mais eficientes, robustos e de maior qualidade em menor tempo e comercializá-los antes mesmo da concorrência.

Um exemplo de melhora de eficiência é o estudo de caso da WEG. A empresa utilizou simulações eletromagnéticas, mecânicas e térmicas associadas a técnicas de otimização para desenvolver uma linha nova de motores mais robustos, de melhor performance e eficiência energética. Acesse o estudo completo aqui.

5. Produtividade

Os softwares de simulação computacional também permitem analisar as condições de funcionamento de um equipamento, prever o volume da produção e testar cenários e configurações que maximizem a produtividade. Essas ferramentas podem ser aplicadas na fase de projeto ou em equipamentos em operação para aumentar a produção e evitar paradas.

A BOMAG utilizou as ferramentas de simulação computacional para melhorar a eficiência de componentes que integram o equipamento Asphalt Plant. Eles usaram uma simulação para analisar o comportamento do material no interior do equipamento e tentaram testar possíveis soluções de forma rápida e rentável. 

Problemas que a Simulação Computacional evita

Além de trazer os benefícios destacados acima, a utilização das ferramentas de simulação na engenharia evita diferentes consequências que a falha de um produto pode trazer, como: 

Perda de lucros

Empresas que não usam ferramentas de simulação desenvolvem protótipos físicos ou acabam aplicando as soluções encontradas sem testar primeiro podem sofrer grandes prejuízos. 

Além dos custos que são gerados pela produção de protótipos, o investimentos em ferramentas que não oferecem resultados também elevam os gastos da empresa. Dessa forma, deixa de obter lucros.

Custos de reparação – RECALL

Como os produtos não são desenvolvidos com a máxima eficiência, a necessidade de reparação (recall) se torna mais frequente.

Quando isso acontece, a empresa precisa recolher seus produtos do mercado para aplicar as correções e devolver o produto para as lojas.

Além disso, terá que notificar todos os clientes que adquiriram aquele lote de produtos para garantir que todos sejam corrigidos. Todo esse processo vai gerar mais custos para a empresa e impactar a sua imagem perante ao público.

Desperdício de custos

No desenvolvimento de produtos, custos fixos são empregados de forma planejada. Isso quer dizer que a empresa tem previsão de quanto terá que investir para produzir determinado item. 

Porém, quando uma simulação computacional não é feita, torna-se necessário desenvolver mais protótipos físicos, até chegar ao resultado desejado. Dessa forma, mais custos fixos são necessários ao projeto.

Evita acidentes e problemas com o projeto

Os obstáculos surgem a todo o momento quando um projeto está em desenvolvimento. Isso é natural, mas não pode se tornar um problema, causando falhas para a operação. A simulação computacional é utilizada de forma preditiva, antevendo situações que podem gerar desafios para o projeto em algum momento. 

Com essa previsão, a empresa consegue minimizar os impactos de um problema e impedir que um acidente aconteça a partir dele.

Processos que prejudicam a sustentabilidade

Danos ao meio ambiente também podem ser evitados, pois essas ferramentas simulam o comportamento dos protótipos em um ambiente virtual. 

É possível, por exemplo, identificar interferências que podem ser causadas pelo equipamento no local, prevendo cenários de impacto ao  ambiente. 

A partir do resultado das simulações, as empresas conseguem adotar ações para evitá-los, além de buscar outros equipamentos para substituir os recursos prejudiciais. Entenda mais sobre o uso da simulação na sustentabilidade.

Dificuldades para reduzir custos

Falhas, ineficiências e problemas ao longo do desenvolvimento do produto tornam ainda mais difícil reduzir os custos de produção. As empresas não conseguem minimizar suas despesas, pelo contrário, os custos se tornam ainda maiores. 

Também é importante destacar que existem muitas outras variáveis sobre as quais o uso da simulação pode trazer retorno expressivo ou, prejudicar os processos da empresa, caso a simulação não seja utilizada.

Se você quer expandir o seu negócio, fazendo com que ele cresça ainda mais, adotando a simulação computacional como prática, conheça o programa ESSS / Ansys Channel Partner. Neste programa de parcerias, você revende as soluções Ansys, a simulação líder mundial. Saiba como fazer parte!



Computer Simulation Specialists

Possui mais de 25 anos de atuação e reúne experiência e conhecimento em engenharia e ciência da computação, oferecendo ao mercado soluções completas em simulação computacional e desenvolvimento de software científico em engenharia. Destaca-se nas áreas de análise estrutural, fluidodinâmica, eletromagnética e simulação de partículas.


Mais Conteúdos