Blog ESSS

O maior arquivo de conteúdo sobre simulação computacional da América Latina.

Tudo o que você precisa saber sobre ecossistema de inovação e empreendedorismo

Institucional Channel Partners

Quem atua no ecossistema de inovação e empreendedorismo apoia mudanças significativas na sociedade. São grupos de pessoas e instituições preocupadas com a evolução, com objetivo de impactar positivamente a vida da comunidade. 

Os ecossistemas de inovação e empreendedorismo são ambientes de colaboratividade, onde todos trabalham em conjunto buscando uma melhoria em comum. Por isso, costuma atrair empresas que têm a visão tecnológica como parte da rotina. 

Saiba mais sobre o ecossistema de inovação, quem são os agentes que participam desse ambiente, quais são as vantagens de fazer parte e como ingressar em um.

O que é ecossistema de inovação?

Ecossistema de inovação e empreendedorismo é um ambiente onde são promovidas iniciativas de fomento à inovação, por agentes que acreditam que por meio dela é possível transformar a sociedade, estimulando o desenvolvimento social e econômico.

O conceito de ecossistema se refere a um conjunto de comunidades que colaboram umas com as outras com o objetivo de ajudar no desenvolvimento e na sobrevivência de todas. No contexto tecnológico, a ideia é a mesma. As instituições se unem para se fortalecer e caminhar em direção a um objetivo comum.

Em geral, a iniciativa parte de um agente, que articula com outras entidades que possam ajudar a construir o ambiente de ecossistema de inovação e empreendedorismo. Dessa forma, formam-se polos com infraestrutura, capital humano e financeiro capazes de atuar em pesquisas e na criação de soluções que vão resolver as dores do mercado. Com isso, novos produtos, serviços e projetos são criados.

Quais são as vantagens de um ecossistema de inovação e empreendedorismo?

Uma característica essencial em todo empreendedor é a resiliência. Quem está começando um negócio precisa confiar no potencial e não pode desistir diante do primeiro obstáculo. Porém, esse também é um dos maiores desafios.

Em um ecossistema de inovação e empreendedorismo, as empresas trabalham juntas em boa parte do tempo, trocam dicas e se apoiam. Esse fortalecimento é muito importante para que todos sigam investindo tempo e esforços em seus projetos.

Outra situação bastante comum entre os novos empreendedores é a falta de mão de obra qualificada e profissionais com conhecimento estratégico necessário para a tomada de decisão. Nas startups tudo acontece muito rápido e muitos empreendedores não têm parceiros próximos com a mesma visão de negócio.

Os ambientes de inovação reúnem esses profissionais, que podem ajudar sendo mentores dos negócios uns dos outros. Dessa forma, cada empreendedor se sentirá mais seguro ao lidar com situações complexas e desafiadoras. 

As empresas que fazem parte de um ecossistema de inovação também têm a facilidade de encontrar investidores com maior facilidade. Afinal, o ambiente é formado por uma série de profissionais e instituições, não só de empreendedores que estão começando.

Quem são os agentes do ecossistema de inovação?

O ecossistema de inovação e empreendedorismo é formado por diversos agentes empreendedores. Cada um tem seu papel na comunidade e é peça fundamental para que o ambiente se fortaleça. Veja a seguir alguns desses agentes:

  • Empreendedor: tem papel de viabilizar novos negócios, estimular o desenvolvimento econômico, tecnológico e social da comunidade. Por isso, é o agente com maior poder de influência.
  • Investidores: participam de forma menos ativa, mas são fundamentais por promoverem o acesso ao capital necessário para o desenvolvimento do negócio e projetos.
  • Aceleradoras: assim como os investidores, também apoiam os projetos e as empresas, mas nem sempre de forma financeira. O auxílio pode ser com a oferta de mentorias, direcionamento de mercado, fazendo a ponte com investidores etc.
  • Incubadoras: são instituições vinculadas com universidades, prefeituras e iniciativas privadas com o objetivo de acolher as novas empresas, oferecendo capacitação e espaço físico de trabalho.
  • Universidades: são essenciais para a formação dos profissionais, oferecem capacitação para os empreendedores e estimulam o potencial tecnológico da região. Além de ser um ambiente para as empresas encontrarem profissionais em formação.
  • Governo: o papel do governo é o de criar programas, políticas específicas ou apoio (financeiro, comunicação e visibilidade) para o ecossistema.
  • Organizações setoriais:  são entidades como Sebrae, Federações da Indústria ou do comércio que ajudam na criação e viabilização dos programas de integração com outros setores econômicos.
  • Comunidade: participa de forma menos ativa, testando as soluções, participando de pesquisas e ações de da cultura de empreendedorismo em diferentes níveis, como identificando opções de carreira e gerando mão de obra para as empresas.

Os agentes estão presentes em todas as áreas e camadas da sociedade, por isso são fundamentais para a construção de um ecossistema de inovação e empreendedorismo forte.

Um exemplo de agente do ecossistema de inovação e empreendedorismo é o iESSS (Instituto ESSS de Educação, Pesquisa e Desenvolvimento) que tem como objetivo capacitar profissionais de diferentes áreas da engenharia. Isso é possível porque o iESSS tem um estreito relacionamento com indústrias, universidades e centros de pesquisa. Conheça as diferentes modalidades de ensino.

Participe de um ecossistema de inovação e empreendedorismo

O ecossistema de inovação e empreendedorismo é capaz de mudar a realidade de diversos negócios que estão começando, além de influenciar no desenvolvimento da sociedade como um todo. 

Para os empreendedores, a criação de uma comunidade focada em criar soluções inovadoras é uma oportunidade para construir negócios de sucesso. Um bom exemplo é o Vale do Silício, em São Francisco, nos Estados Unidos. O local é uma referência em inovação no mundo todo, onde estão algumas das maiores empresas de tecnologia.

Engenheiros também estão buscando ecossistemas de inovação e empreendedorismo para alcançar melhores resultados para o negócio. Com isso, os profissionais começaram a mudar sua atuação, deixando de focar no desenvolvimento de soluções internas e passando a pensar mais no mercado de forma geral e como sua expertise pode auxiliar outros tipos de negócios. Assim, tem surgido o perfil do engenheiro consultor

Se você entende a importância de um ecossistema de inovação e empreendedorismo e deseja participar de um, precisa formar boas parcerias e construir um relacionamento forte e duradouro com cada um de seus parceiros. Veja, neste artigo, como encontrar e manter um bom relacionamento com seus parceiros.

Além disso, você vai precisar de todo conhecimento possível para começar a trabalhar na formação de um ecossistema de inovação. Baixe o glossário de engenharia do futuro e entenda tudo sobre termos inovadores do setor.

 



Computer Simulation Specialists

Possui mais de 25 anos de atuação e reúne experiência e conhecimento em engenharia e ciência da computação, oferecendo ao mercado soluções completas em simulação computacional e desenvolvimento de software científico em engenharia. Destaca-se nas áreas de análise estrutural, fluidodinâmica, eletromagnética e simulação de partículas.


Mais Conteúdos