Logo da ESSS do Loading

Blog ESSS

O maior arquivo de conteúdo sobre simulação computacional da América Latina.

FEA ou CFD: em qual física aprofundar os estudos em simulação computacional?

Ensino & Pesquisa

Hoje em dia, caminhamos para um universo multifísico, onde as ferramentas computacionais proporcionam a possibilidade de avaliar de maneira global e ao mesmo tempo os problemas que envolvem essas físicas.

Isso é possível com o uso de computadores para replicar processos, fenômenos ou um sistema da vida real, através da simulação computacional. Em tempos onde empresas buscam resultados escaláveis, adaptação ágil e inovação, a simulação se torna uma ferramenta essencial. As simulações de diferentes físicas podem se complementar de acordo com a indústria que será explorada.

CFD – Fluidodinâmica computacional

A Fluidodinâmica Computacional ou CFD (Computational Fluid Dynamics) é a área do conhecimento que trata da simulação numérica de escoamentos de fluidos, transferência de calor e fenômenos relacionados, como reações químicas, combustão e aeroacústica. O CFD teve origem a partir da combinação de duas disciplinas: mecânica dos fluidos e cálculo numérico. Uma pós-graduação nessa área vai permitir ao especialista em fluidodinâmica utilizar os conhecimentos desde a fase conceitual de um projeto, auxiliando a determinar a viabilidade e qual a melhor solução em produto, até a etapa de produção, permitindo representar diversos cenários. 

FEA – Análise estrutural por elementos finitos

A análise estrutural pelo método de elementos finitos trabalha com simulações termodinâmicas e estruturais, tornando possível maior realismo na previsão do comportamento e desempenho de produtos complexos. O método propõe que o número infinito de variáveis desconhecidas seja substituído por um número limitado de elementos de comportamento bem definido. Após o desenho do modelo e a geração da malha com os elementos descritos anteriormente, é configurada a simulação e realizados os primeiros testes, técnicas que um especialista em análise estrutural domina na teoria e na prática.

A valorização da simulação computacional no mercado

Escolhendo qualquer uma das duas físicas, o engenheiro que domina a simulação computacional abre um campo de trabalho bastante amplo. Uma certificação nessa área é valorizada no mercado, já que as indústrias cada vez mais trazem demandas de aplicação dessa tecnologia.

Assim, ter no currículo uma especialização em fluidodinâmica computacional ou análise estrutural por elementos finitos é um caminho muito promissor, tanto para profissionais experientes quanto para quem está começando uma carreira na engenharia.



Coordenador do Instituto ESSS e da Área Acadêmica da ESSS

Engenheiro Químico pela UFRJ, possui mestrado e doutorado em Engenharia Química pela mesma instituição. Atualmente é Coordenador do Instituto ESSS e da Área Acadêmica da ESSS, atuando em toda América Latina. POssui experiência na área de simulações fluidodinâmicas (CFD), com ênfase em escoamentos reativos e multifásicos. Outras áreas de expertise são a aplicação de simulações fluidodinâmicas em análise de risco e o desenvolvimento de novos processos nas áreas de óleo/gás/álcool.


Ver mais postagens