Logo da ESSS do Loading

Blog ESSS

O maior arquivo de conteúdo sobre simulação computacional da América Latina.

Manufatura Aditiva com Simulação Computacional de Engenharia

Tecnologia de Simulação

A Manufatura Aditiva é pilar de um conceito de indústrias que usam das inovações tecnológicas dos campos de automação e tecnologia da informação aplicadas aos processos de manufatura que chamamos de Indústria 4.0

Pela transposição do mundo virtual ao mundo físico, Internet das Coisas e Internet dos Serviços, os meios produtivos se transformam e passam a ser mais eficientes, relativamente mais baratos, autônomos e personalizados de acordo com as necessidades de cada produtor.

Isso significa um novo período no contexto das grandes revoluções industriais. Com as fábricas inteligentes, a Manufatura Aditiva é peça-chave neste conceito.

O motor da Manufatura Aditiva: Impressão em 3D

O impacto econômico da produção descentralizada somado ao poder do armazenamento em nuvem são transformadores, mas existe um motor que colocou a Manufatura Aditiva em outro patamar: a evolução das impressões em 3D.

As impressoras em 3D aliadas à estratégias de customização e armazenamento online desencadearam uma revolução na produção generalizada.

Se você acha que a impressão 3D é uma tecnologia recente, está enganado. A técnica de impressão em três dimensões existe desde os anos 50, o que tardou a acontecer foi o acompanhamento de outras tecnologias e fatores macroeconômicos para acompanhar o ritmo.

É como um automóvel, ele não funciona sem um motor acoplado e o motor não faz o automóvel rodar sem estar alinhado com as outras peças do veículo.

Um novo mundo feito sob medida

A ideia por trás disso é bem simples, e vai contra o modelo tradicional de produção, que costuma gastar uma quantidade significativa de material, posteriormente esculpido no produto final.

Isso produz uma grande quantidade de resíduos descartados, e a Manufatura Aditiva veio para acabar com isso.

Então, temos o paradoxo da customização em massa, já que a Manufatura Aditiva acaba, organicamente, sendo especialista no desenvolvimento de peças sob medida para o consumidor.

Como exemplo, este implante de mandíbula customizado ajuda a garantir o máximo conforto e resistência.

Hoje, mais que nunca, os consumidores querem produtos personalizados que sirvam para suas necessidades ou se encaixem em seus estilos de vida.

Satisfazer essa demanda não é uma tarefa fácil. Voltando ao exemplo da medicina, implantes de tamanho único não são eficientes nem confortáveis ​​para todos. Com a Manufatura Aditiva, você pode criar implantes personalizados – sem perder a escalabilidade.

Infelizmente, é difícil adivinhar quais configurações imprimirão cada peça conforme planejado. Quando ocorrem erros de impressão, a maioria depende de tentativa e erro para acertar. E é aí que entra entra em campo a simulação computacional de engenharia.

Da prototipagem à produção

A Manufatura Aditiva deve fazer sentido dentro da estratégia de desenvolvimento e fabricação de produtos, que também inclui as capacidades tradicionais de fabricação”, diz Brent Stucker, diretor de manufatura aditiva da ANSYS.

E se uma peça específica quebrar numa linha de montagem? Imprima. Você precisa de uma peça específica para um projeto? Imprima.

Isso é uma simplificação, é claro. A impressão não é tão fácil quanto imprimir um documento do Word. Tensões residuais, resfriamento irregular ou velocidades de impressão inadequadas podem causar imperfeições na impressão.
Os materiais de impressão são caros, o custo da falha aumenta quando você usa tentativa e erro para resolver seus problemas.

Em vez disso, você pode usar a simulação para ajudar a evitar esses custos e garantir o sucesso do produto.

A simulação ajuda a garantir que essa peça personalizada complexa seja impressa logo na primeira vez.
“Os engenheiros agora podem usar a simulação para determinar não apenas como os projetos de seus produtos funcionarão em condições reais, mas exatamente como eles imprimirão no formato específico da máquina”, diz Shane Emswiler, vice-presidente da ANSYS.

A recém-lançada ANSYS Additive Suite é uma série de ferramentas que ampliam a funcionalidade do ANSYS Mechanical para garantir que seus produtos sejam impressos corretamente logo na primeira vez.

Todos os envolvidos no processo de produção, desde o engenheiro projetista até o operador da máquina, podem colaborar em uma plataforma tecnológica comum e compartilhar visibilidade completa do resultado”, diz Emswiler.

Para saber mais, registre-se para o webinar sobre Manufatura Aditiva.



Computer Simulation Specialists

Possui mais de 20 anos de atuação e reúne experiência e conhecimento em engenharia e ciência da computação, oferecendo ao mercado soluções completas em simulação computacional e desenvolvimento de software científico em engenharia. Destaca-se nas áreas de análise estrutural, fluidodinâmica, eletromagnética e simulação de partículas.


Ver mais postagens