Blog ESSS

O maior arquivo de conteúdo sobre simulação computacional da América Latina.

Quais as vantagens de usar simulação em projetos de equipamentos industriais?

Equipamentos Industriais

A simulação computacional tem se tornado cada vez mais importante na área industrial ao permitir que os engenheiros e projetistas testem diferentes cenários antes da produção, identificando possíveis problemas e ajustes necessários, o que reduz custos e tempo de desenvolvimento.

No caso de projetos de equipamentos industriais, o uso de um software de simulação pode ajudar a resolver diversos desafios da etapa de desenvolvimento de novos equipamentos e da manutenção de equipamentos já em uso, como previsão de desgaste e vida útil do maquinário e a redução de falhas no uso. 

Seja para projetos de novos maquinários, turbinas, compressores, motores elétricos ou trocadores de calor, a simulação computacional pode ser útil e extremamente vantajosa. Além disso, é possível usá-la em produtos já em uso, servindo para prever desgastes e ajudar na manutenção preditiva.

Quais são as vantagens de usar simulação computacional em projetos de equipamentos industriais?

Existem diversas vantagens em utilizar simulação computacional para projetos de equipamentos industriais. No geral, é possível projetar equipamentos mais seguros e eficientes com mais agilidade. Isso permite a otimização dos processos, recursos e custos no desenvolvimento. Veja os principais benefícios de implementar a simulação:

1. Agilidade na etapa de desenvolvimento

A agilidade é um dos grandes benefícios de usar simulação computacional nos projetos. A capacidade de testar virtualmente o equipamento antes de sua construção física pode reduzir significativamente o tempo e os custos associados ao desenvolvimento do equipamento.

Além disso, ela permite que se avalie uma ampla gama de opções de design e de materiais antes de tomar uma decisão final, facilitando a detecção de problemas e otimizando o projeto de forma mais rápida e eficaz.

A simulação, portanto, acelera projetos e permite que os equipamentos cheguem mais rapidamente ao mercado.

2. Economia de recursos 

A simulação computacional permite testar virtualmente diferentes cenários e fazer ajustes necessários antes de produzir um protótipo físico, o que reduz custos e tempo de desenvolvimento. A fase de prototipagem física é cara e pode encarecer muito um projeto de equipamento. 

Por isso, ferramentas de simulação que permitem encurtar a fase de prototipagem física, tornando esta mais assertiva e eficiente geram grandes economias para as empresas. 

Conheça o caso de sucesso da SEMCO e veja como a empresa utiliza ferramentas computacionais para se manter competitiva. 

3. Segurança e eficiência dos equipamentos

Outro benefício é que fazer testes virtuais, além dos testes reais, garante um aumento na segurança e na eficiência. Nesse caso, a simulação computacional possibilita a visualização de erros e falhas nos testes virtuais, que poderiam gerar impactos negativos no processo.

Por exemplo, a simulação pode ser utilizada para avaliar o comportamento do equipamento em diferentes condições de operação, como variações de temperatura, pressão e fluxo de fluidos. Essa avaliação pode ajudar a identificar problemas de desempenho que poderiam colocar em risco a segurança dos operadores ou do equipamento em si.

Acesse o webinar Simulação para equipamentos industriais e veja como projetar melhor, mais rápido e com os mesmos recursos.

Como usar a simulação para a otimização de processos produtivos?

A simulação computacional contribui para uma tomada de decisões mais assertiva e precisa por gerar dados que ajudam a identificar pontos de melhoria, oportunidades e falhas nos processos para correção.

Após a execução da simulação, é possível analisar os resultados e avaliar os impactos das mudanças propostas no processo produtivo. Isso pode ajudar a identificar soluções de melhoria que não seriam possíveis sem a simulação.

O desenvolvimento de equipamentos industriais pode contar com uma operação mais eficiente e produtiva com o apoio da simulação, otimizando os processos e melhorando a qualidade do resultado desejado.

Como o uso da simulação nos projetos de equipamentos industriais ajuda na previsão de desgaste e vida útil?

Nesse caso, a simulação facilita a avaliação de diferentes fatores que podem afetar a durabilidade e a confiabilidade do equipamento. Ao simular os aspectos que causam desgastes, fadiga e corrosão aos equipamentos, os projetistas podem ter previsões e aumentar a vida útil.

Com base nas análises realizadas, são feitos ajustes no projeto e nas especificações do equipamento para aumentar sua durabilidade. Isso pode incluir a escolha de materiais mais resistentes, a implementação de medidas de redução de vibração, a melhoria da lubrificação e a adoção de outras medidas que possam prolongar a vida útil do equipamento.

É válido ressaltar que as análises podem ser feitas em componentes específicos ou no equipamento todo. Isso viabiliza entender em quanto tempo o equipamento precisará ser pausado para a manutenção, determinar manutenções preditivas, além de reduzir tempo ocioso para aumentar a vida útil do maquinário.

Se você quer aproveitar a simulação para projetos de equipamentos industriais, a ESSS tem soluções completas, com equipe especializada nos desafios de projetar equipamentos industriais. 

Com um suporte ativo desde a contratação até o uso da simulação computacional, você pode aproveitar a tecnologia da melhor forma para os seus projetos. Conte com o apoio da ESSS para usar a simulação nos seus projetos de equipamentos industriais.



Computer Simulation Experts

A ESSS reúne conhecimento em engenharia e ciências da computação para oferecer, aos diversos ramos da indústria, as mais avançadas ferramentas e soluções em simulação numérica, auxiliando engenheiros e projetistas a tomarem melhores decisões nas diferentes etapas da vida de um produto ou processo (projeto, seleção de materiais, construção, troubleshooting, manutenção). É representante oficial Ansys em toda América do Sul.


Mais Conteúdos