Logo da ESSS do Loading

INDÚSTRIA

Metais &
Mineração

Equilibre tempo, preço, sustentabilidade e pressões de qualidade com simulação

Conheça um pouco mais sobre
a indústria de Metais e Mineração

A mineração é uma indústria cada vez mais voltada para a tecnologia, possibilitando melhorias significativas em processos e equipamentos, criando também uma nova geração de práticas de mineração com foco em segurança, automação, eficiência energética, administração ambiental e gerenciamento de custos. Já o uso da simulação de engenharia na indústria metalúrgica provou ser fundamental para auxiliar produtores e fabricantes de metais a equilibrar o tempo, o preço, a sustentabilidade e as pressões de qualidade.

Os engenheiros são desafiados constantemente para otimizar os processos de exploração, perfuração e extração, melhoraria nas contribuições das minas de baixo rendimento, processos secundários, operações de modelagem, produção e melhoria do comportamento estrutural dos metais e a simulação de engenharia para as indústrias de metal e mineração ajuda empresas de todo o mundo a desenvolver, verificar e implementar novas tecnologias especializadas relacionadas à inovação de processos, eficiência operacional, melhores práticas, segurança e desenvolvimento sustentável.

Aplicações dos Softwares

Descubra o que a simulação computacional
pode fazer por esta indústria

Melhorias no desenvolvimento de produtos

Otimize suas operações

A simulação computacional pode ser aplicada na indústria metalúrgica para prever o comportamento, estudar correções e promover melhorias em equipamentos e processos utilizados neste setor. Também permite analisar e propor melhorias no desenvolvimento de produtos, reduzindo os custos e aumentando a produtividade.

Várias possibilidades

Descubra todas as capacidades da simulação nestas indústrias

Aumento de eficiência, redução de custos e otimização de processos, avaliação de equipamentos em operação, determinação de esforços e deformações em análises estáticas e dinâmicas, distribuição de temperaturas e tensões térmicas, análises com não linearidades de material, geométrica e de contato e análises de fadiga e fratura (tolerância ao dano).